BENEFÍCIOS DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA


- Redução dos custos e maior eficiência;
- Melhoria na qualidade das máquinas e equipamentos;
- Aumento da durabilidade;
- Evita possíveis riscos aos usuários;
- Continuidade das operações sem desperdício de energia;
- O equipamento sem acúmulo de pó, mofo e outros, melhora a qualidade do ar no ambiente de trabalho.

MANUTENÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE CONDICIONADORES DE AR


  Conforme publicação na Revista Climatização e Refrigeração do autor Eduardo Dantas (2007), selecionamos algumas informações e mencionamos a seguir:
   A manutenção dos sistemas de ar condicionado é, na maioria das vezes, considerada como um gasto e negligenciada por questões de economia, entretanto, temos de considerar que, além do conforto e melhoria da qualidade de vida dos ocupantes, a manutenção é um fator de economia de energia.
   Em um edifício de escritórios representa entre 50 a 60% do consumo de energia e, em um shopping center, na ordem de 35 a 45%. O paradigma "gastando menos na manutenção estamos economizando para a empresa" está totalmente errado, pois esta falsa sensação de economia terá como consequência a redução da vida útil dos equipamentos, aumento do consumo de energia elétrica, redução na produtividade dos funcionários e aumento das manifestações de mal estar dos ocupantes.

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA


   O sistema de ar condicionado funciona segundo uma sucessão de trocas térmicas. Assim, a limpeza tem uma fundamental importância para a garantia de seu desempenho, já que todo o depósito de matéria, seja ela orgânica ou inorgânica, irá reduzir o coeficiente de troca térmica das superfícies.
   Quando o coeficiente de troca térmica de um evaporador, ou um condensador, é aumentado, se reduz a capacidade do equipamento realizar a troca térmica, ou seja, para a retirada de uma determinada quantidade de calor ele terá que funcionar por um período maior.

SERPENTINAS


   Quando uma serpentina começa a acumular material particulado, inicia-se uma cultura microbiológica, por ser um local úmido e escuro, formando uma capa escorregadia conhecida como biofilme. O biofilme é um ecossistema composto de fungos, bactérias e uma série de microorganismos que criam uma capa sobre a serpentina e é um ótimo isolante térmico, podendo até obstruir a passagem do ar entre as aletas. Esta queda de rendimento pode representar a redução da troca de calor na ordem de 10 a 15%.
   A manutenção gera o aumento de eficiência energética do sistema, garantindo que as condições nominais sejam mantidas, sobretudo com a correta limpeza da serpentina e a substituição dos filtros de ar quando necessário.

FILTRO DE AR


   Pouco adianta ter a serpentina limpa se os filtros de ar não estão limpos ou nas condições operacionais adequadas. Se os filtros estiverem saturados, eles irão criar uma perda de carga elevada, o que causará a redução da vazão do ar.
   É importante, no entanto, observar que o filtro de ar é uma barreira para a contenção do material particulado, o que pode significar uma menor frequência de limpeza das serpentinas, bandeja, ventilador e rede de dutos.
   Quanto maior a eficiência de filtragem e sua manutenção periódica, maiores serão os benefícios para a qualidade do ar interior e para o aumento de eficiência do sistema.
   Quando pensamos em um sistema de ar condicionado, precisamos lembrar que os planos de manutenção também precisam ser sistêmicos, ou seja, garantir a correta manutenção dos diversos componentes do sistema de maneira que sua relação seja garantida na eficiência projetada.
   O retorno sobre o investimento, em termos de manutenção da eficiência energética e consequente redução de custos com energia (quando comparado com sistemas sem a correta limpeza), é geralmente muito positivo.

DANTAS, Eduardo - Manutenção da Eficiência Energética de Condicionadores
Revista Climatização e Refrigeração
Ano VII n° 80, Abr. 2007 p. 41-43.

 



GM AR CONDICIONADO -  Rua Manoel Johann, 118 - B. Silva - CEP 93214-200 - Sapucaia do Sul - RS.  Tel. (51) 3451.1600

BORTOAC Design Digital - (51) 8433.4596